Salários em TI em 2017

Vista como estratégica para otimizar processos e cortar custos, a área de tecnologia da informação foi uma das menos prejudicadas pela crise econômica no ano passado.

As contratações em TI se mantiveram relativamente estáveis em 2016, sobretudo no caso de especialistas em pagamentos online, desenvolvimento web e projetos de infraestrutura, diz um novo estudo da Robert Walters, e profissionais com foco nessas atividades continuarão a atrair as empresas em 2017. A estimativa de aumentos salariais gira em torno de 3%.

As perspectivas positivas para TI vêm na esteira de um olhar relativamente otimista para a economia brasileira nos próximos tempos.

De acordo com o australiano Kevin Gibson, CEO da Robert Walters para a América Latina, a aproximação das eleições em 2018 aponta para um retorno da estabilidade política no Brasil — o que permite decisões mais seguras por parte de investidores estrangeiros.

Em um cenário de alívio econômico, é provável que as empresas busquem expandir seus quadros em departamentos que protagonizaram demissões em 2016.

“O Brasil é um mercado grande e receptivo, sobretudo para novos modelos de negócios online, como no setor de fintech”, explica Gibson. “A tendência é que o número de contratações volte a crescer no segundo semestre deste ano”.

Nas áreas de segurança da informação e desenvolvimento web, é possível até que a demanda supere a oferta neste ano — ainda mais no caso de profissionais com boa formação acadêmica e inglês fluente.

O domínio completo da língua, aliás, será o grande segredo para aproveitar a retomada de fôlego do mercado brasileiro. “Ainda é muito difícil encontrar profissionais brasileiros com inglês realmente fluente”, diz Gibson. “Quem consegue se garantir nisso tem chances melhores em qualquer carreira”.

Segundo o estudo da Robert Walters, o maior salário na área de TI em 2017 será o destinado aos CIOs ou diretores de TI. Para aqueles que têm mais de 12 anos de experiência, a remuneração pode chegar a 695 mil reais por ano.

Apesar da boa contrapartida financeira, profissionais de nível sênior em tecnologia têm tido um ciclo mais longo de recolocação. Além disso, muitas empresas têm capacitado profissionais juniores ou preferido executivos seniores mais “baratos” para reduzir custos com a folha de pagamento.

Confira a seguir a remuneração para 17 cargos de TI no Brasil, de acordo com o relatório da Robert Walters. Os valores correspondem ao salário-base anual de cada posição, em reais, excluídos bônus e benefícios:

Previsão para 17 cargos de TI no Brasil em 2017

Salários em TI em 2017

Fonte: exame.com

Turbine sua carreira em TI

Separamos alguns treinamentos que podem alavancar sua carreira rumo ao sucesso!

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.